Pular para o conteúdo principal

Bolo de Fubá

Veja como são as coisas…
Ano retrasado recebi um e-mail de uma ex colega de trabalho com a indicação de um blog. O nome deste blog eu não me lembro ao certo, mas tinha algo a ver com Cartas para Francisco. Me arrepiei quando li a postagem do dia: era triste, emocional e muito bem escrita. Curiosa, li também a postagem anterior. Esta era mais leve, até engraçadinha, tinha desenhos infantis e fora escrita por uma amiga desta blogueira.
Como uma coisa leva a outra, fui parar no blog dos desenhos infantis e me apaixonei logo de cara pelo conceito, pelas histórias e pela forma hilária que algumas situações comuns a muitas crianças eram apresentadas. Algumas de vocês devem saber do blog ao qual me refiro, se chama Crônicas de Uma Menina Feliz. Pois então, virei seguidora logo na seqüência.
Me lembro como hoje de um dia calmo de trabalho em São Paulo. Eu estava com tempo de sobra e eu entrei no blog da Menina Feliz. Deparei-me com uma postagem sobre piolhos e quase me acabei de rir no escritório, tanto pela historia da Nina quanto pelas minhas próprias historias, recheadas de intermináveis tardes em que passei sentada num tamborete com minha avó catando piolhos na minha cabeça.
Numa destas visitas ao blog da Nina, descobri que ela morava na Alemanha. Depois de algum tempo, começamos a trocar e-mails muito interessantes sobre cultura, escolhas, vida no exterior e outros assuntos de relevância pra mim, e também pra ela. A afinidade entre nós foi tecida lentamente, mas de forma profunda e carinhosa. Comecei a chamá-la de amiga e passei a tê-la em meu coração como tal, apesar de não nos conhecermos fora do mundo virtual.
Em janeiro deste ano me mudei pra Dresden - Alemanha pra fazer minha pós-graduação. Nos primeiros 6 meses ao ano, eu e Nina tentamos nos conhecer em várias oportunidades: uma vez ela foi pra Dresden mas eu estava na Bavária (Angie, tivemos mais sorte, né?). Outra vez estávamos ambas em Praga, mas não deu pra encontrar. Numa terceira oportunidade, fiz uma excursão pra uma cidade bem perto da que Nina mora, mas ela estava prestes a dar a luz ao seu filhinho e era melhor repousar.
E a gente vivia falando que um dia iria comer um bolo de “Mio” juntas, como duas boas comadres. Mas este dia nunca chegava.
Até... cham cham cham cham!
Até o Michi viajar pra Ásia e eu ter 2 semanas sem nenhum compromisso oficial nas terras germânicas. Troquei e-mails com a Nina e combinamos a visita. Eu, muito espertinha e precavida, trouxe 3 pacotes de massa de bolo Dona Benta do Brasil, pensando que um deles eu certamente levaria pra fazer junto com a Nina.
E lá fui eu pra Nina’s City... 6 horas de trem, um troca-troca interminável de assentos e pluft: cheguei! Ela estava na estação me esperando, irreconhecível esta minha amiga, e depois de um abraço apertado e um monte de: - Não acredito, não acredito - fui visitar a casa dela.
A impressão que eu tive durante o fim de semana era de rever a Nina, e não de vê-la pela primeira vez. É o tipo de coisa que é difícil de se explicar, mas fácil de sentir. E esta sensação maravilhosa de rever uma amiga querida durou o fim de semana inteiro. A começar, é claro, com nosso bolo de fubá.
Bem, só para resumir a ordem dos fatos:
Um email ~ um blog ~ outro blog ~ risadas ~ leitura ~ troca de e-mails ~ afinidades ~ amizade ~ desencontros  e, finalmente, um encontro!
Como a vida pode ser surpreendente!

Nina querida, obrigada pelo fim de semana, pela companhia maravilhosa, pelo brioche do trem, pelo passeio do sábado, por ter conhecido sua família linda, pelas prosas intermináveis, pelos cafés deliciosos, pelo carinho, pela visita estonteante a loja Maisons du Monde... enfins, pela sua amizade! Vou trazer mais massa de Dona Benta do Brasil viu?
Bjim da "cumade" Márcia

Comentários

  1. ooooooooooohhhhhhhhhhhhh, que lindo Má!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    :=)

    obrigada pelo post, o meu ainda vou escrever porque só com uma mao (pois a outra segura sempre o pedrinho) nao rola!
    Amamos tua visita, vc sabe, a família te adorou. o bolo, hmmmmm, tava uma delícia, e foi mesmo tudo de bom tudo o que passamos nesse findi, pena que o tempo nao ajudou e o outro tempo foi curto, mas vamos ter outros "reencontros" :=)
    mt obrigada de novo pela doce presenca e nao esquece, a casa vai estar sempre de portas abertas pra ti e tua família.

    vamos esperar ansiosamente esse outro bolo de "mio dilicioso" pra servir de motivo pra nossos papos de cumadi.
    um bj com mt carinho e já com saudade

    Nina e todo mundo de casa...

    ResponderExcluir
  2. Que fofo!
    A Nina é uma pessoa linda mesmo...
    Depois de construir uma amizade virtual a ansiedade de conhecer pessoalmente é impressionante....

    Esse fui conhecer um casal de amigos virtuais de anooooosss....Hoje eu sou madrinha do filho deles...

    Acho que o blog que vc viu é o Para Francisco....da Cris Guerra

    Bjos querida!

    ResponderExcluir
  3. Se for o blog da Cris mesmo...
    Entre outra vez....
    Agora ela e Francisco estão em uma nova fase....
    Hoje é só flores...
    http://parafrancisco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Márcia!
    Vim te conhecer depois do relato bonito lá na Nina.
    Você é mesmo uma pessoa especial, levar bolo do Brasil pensando neste encontro um dia!
    A vida é assim, cheia de encontros emocionantes e que só nos acrescentam, basta sabermos escolher, enxergar o melhor que há nela. Você é uma brasileira muito linda aí nestas paragens, deve ser um sucesso.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  5. bota bonita nisso, Beth!

    Má, eu vim roubar essa foto do bolo, ficou tao biiiita :=)

    ResponderExcluir
  6. Marcita, que coisa linda esse encontro. Juro que queria tá lá também. Vcs daus são tão queridas e eu adorooooo vcs! Cheguei aqui pelo blog na Nina e hj os blogs de vcs estão entre os meus preferidos.
    Fico feliz que vcs tenham se encontrado e que tenha sido tão bom como foi. Espero que tenham outros e um dia poder compartilhar de momentos assim com vcs.
    Beijos
    Ah, a dieta tá dando certo viu, amanhã peso de novo, mas semana passada pesei e já tinha perdido 1kg e 300 g. Iupiiii!!!

    ResponderExcluir
  7. Ai Marcia !! NÃO ACREDITO QUE VC TEVE A HONRA E A OPORTUNIDADE de conhecer essa pessoa linda que é a Nina. Deve ter sido muito bom, afinal vocês são duas pessoas blogueiras e amigas pra mim, por que vc sabe que nesse mundo, temos muitas andaças virtuais conhecemos muitos lugares, mas só retornamos e permanecemos naqueles em que a casa tem cheiro de lar doce lar, ou seja temos isso em comum por que conehci teu blog pelo link da Nina, enfim adoro as duas mereceram esse encontro...beijão!!

    ResponderExcluir
  8. Geeeeente, que legal ver esse encontro de vcs duas!!!!!
    Parece ter sido realmente uma delícia...e o bolo mais ainda!
    Costumo falar: "presentinhos reservados por Deus"!!

    Um beijo enorme pra Nina e Marcinha queridas.

    ResponderExcluir
  9. ei Marcinha, tu Twita? rsrsrs, eu agora num quero outra vida menina ...kkk

    beijo e o bolo tava sim uma delicia !!

    ResponderExcluir
  10. Marcinha! ja voltou, hmm que bom, vi teu comentario agora,eu ando mt sem tempo, é só correria, o Pedro tá mt enjoado, vixi, só quer ficar no colo e dorme tao pouco agora,ai meu Deuszinho...
    como foi a viagem a Viena? puxa,eu vou lá ainda.

    olha as meninas aqui, comentários lindos que eu fico babando, de tao bonito, gente esse negócio de blogar nao é uma coisa linda mesmo? a gente faz lacos assim, que sao tao bacanas, carinhosos, cria amor né Marcinha?

    Dani, Clara e Inge sao duas queridíssimas pra mim tbm e agradeco MUITO os comentarios carinhosos.

    Tu vai colocar fotos de Viena??? coloca please!

    ResponderExcluir
  11. Quanto carinho!
    Obrigada Nina, Dani, Beth, Dani M., Clarinha (a propósito, eu não "twito" :( Inge querida...
    Mais bolos virão!!!
    Bjs a todas!
    Márcia

    ResponderExcluir
  12. Que maravilhaaaaa!!!!! Vocês duas sao umas queridas, e esse encontro deve ter sido muito especial mesmo :-D Porque encontro com bolo de fubá na Alemanha com gente querida tem sabor muito, muito especial :-D
    Beijocas nas duas, Angie

    ResponderExcluir
  13. oi. tudo blz? devia estar um delicia esse bolo. apareça por lá. abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Aproveite a paisagem e deixe um comentário! Enjoy the landscape and leave me a comment ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Festa na floresta ~ A pink safari party

Fim de semana passado foi a vez da mais nova integrante da família celebrar seu aniversário. Nathália, minha sobrinha e afilhada, completou 2 aninhos de idade numa festa pra lá de linda. Os bichinhos da floresta vieram em peso pra festa porque o tema da decoração era um "Safari Rosa". Tigresas, elefantes, girafas, macaquinhas e outros "animais" enfeitaram o salão com uma graciosidade pensada nos mínimos detalhes. As samambaias, árvores e folhas trouxeram o clima acolhedor da floresta, ao passo que os balões rosa e a forração com print animal deram um tom feminino da decoração. ♥ Last weekend my niece Nathália celebrated her birthday. Her party was planned under the motto "Pink Safari", and every detail was nicely thought and done to match some kind of a girly forest. I shall explain to my foreign readers that kid's parties can be big events in Brazil. In terms of planning, size and budget, kid's parties can be compared with small weddings. You wil…

As namoradeiras de janela ~ Brazilian folk art

Português/English Reza a lenda que as esculturas das namoradeiras retratam as moças de antigamente que se debruçavam na janela em busca de um namorado, já que suas famílias eram conservadoras e as privaram de sair de casa para conhecer rapazes. 
Com um braço apoiado na janela e o outro segurando o rosto, as namoradeiras representavam nitidamente uma espera - a espera pelo grande amor de suas vidas.  Privadas da liberdade, as namoradeiras caprichavam no visual para atrair bons partidos. Os lábios carnudos, os decotes sensuais e os olhares sonhadores eram as armas de sedução das namoradeiras.  Embalados pela lenda e pelas armas de sedução femininas, artesãos de todo o Brasil reproduzem esculturas de namoradeiras belíssimas.  Algumas esculturas têm um olhar doce e sonhador, outras têm um olhar capcioso, quase pecaminoso. É a arte imitando a vida... ♥♥♥ Once upon a time Brazilian girls brought up in the countryside were forbidden by their strict parents to go out and flirt with boys. Left w…

Fotos pulando ~ Jumping pictures

Fotografia é expressão. Fotografia é registro. Fotografia é diversão.  Além de gostar de fotografar, edito livros de fotografia que retratam, na maioria das vezes, viagens.  E através das fotos eu percebo que as pessoas têm um certo padrão na hora de fotografar, padrão que se reflete nas poses preferidas, ou até mesmo, nas poses "caricatas".  A pose caricata do meu irmão é hilária: ele se deita nos bancos das praças, como se estivesse dormindo, e pede para alguém fotografar a cena. Não há uma viagem sequer que ele não fotografe um "soninho fingido" no banco da praça, kkk.
Outra amiga-cliente ama fotografar, juntamente com o namorado, a pose do "cavalinho" das quadrilhas. Eles juntam as mãos e saem em disparada, dando pequenos pulinhos... Dá pra imaginar a cena em frente ao Coliseu na Itália? A foto ficou um colosso!
Minha irmã gosta de posar para fotos com o pescoço levemente jogado para a direita. Minha mãe geralmente coloca as mãos na cintura. Já a cria…