Pular para o conteúdo principal

Do restaurante pro jornal ~ From the restaurant to the newspaper

Olha eu no jornal genthi!
Talvez vocês tenham visto nos noticiários que uma mutação de vírus/bactéria estava tocando o terror na Alemanha. Vários idosos faleceram e muitas pessoas foram hospitalizadas. As instruções aqui eram simples: evite salada, frutas sem casca, vegetais crus etc.
Eu estava ligada nas notícias mas não mudei muito meus hábitos. Primeiro porque o foco da doença era no norte do país. E eu moro no sul. Em segundo lugar, acho os alemães excessivamente cautelosos e alarmados, já eu sou mais tranquila e tenho uma fé inabalável de que tudo vai dar certo comigo.
Pois bem, fui a um restaurante e pedi uma salada. Junto com a salada veio um fotógrafo e o dono do restaurante, perguntando gentilmente se não poderiam tirar uma foto para o jornal de uma cliente comendo salada (o que não acontecia há alguns dias)...
Resultado: fui parar na primeira página do jornal.
E ganhei um café expresso* como cortesia.
Olha eu causando na Alemanha, hahahahaha....
Estes foram meus 15 minutinhos de fama aqui. E continuo saudável.

-=♥=-

Comentários

  1. Hehehe - Márcia, só você mesmo :-D Poderoooooooooosa! :-)
    Beijocas, Angie

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, prima!

    Eu diria que são o seus primeiros 15 minutinhos de fama aí.
    Que seu gesto ajude a diminuir esse certo 'pânico' dos alemães.

    Ah, ainda bem que a foto diz tudo; entendi 4 palavras na reportagem: Salat, Tomaten, Café, e é claro, seu nome.
    :):)

    Há braços.

    ResponderExcluir
  3. To poderosaaaaaa Angie :)

    Primo, daqui a pouco vc tá falando alemão melhor que eu... Quanto as manias deste povo que tanto estimo, devo dizer que qualquer caos os tira da linha. Mas nós, brazucas, estamos bem acostumadinhos com o caos... Acho que é por isto que a gente tira os perrengues de letra!

    ResponderExcluir
  4. Ahahahahhaa, nao acredito, Má!! Sua doida!!!!!!!!!!
    Acabei de mostrar pra família a tua foto, todo mundo riu um bocado e a Laura mandou dizer que tu é o maior barato!

    Ei,pretinha, tu tá ficando famosa. Primeiro foi aquela viagem a Freiburg com o teu grupo e lá estavam vcs todos no jornal da cidade,agora, a corajosa cliente, comendo salada, ahahha nao acredito, sua doidinha...

    ResponderExcluir
  5. Menina, corajosa mesmo você!
    Eu sinceramente não me arriscaria, não!
    E aqui no Brasil está passando em todos os noticiários sobre esta tal bactéria e as mortes. Tenha cuidado, ok.
    Mas, você ficou bonita na foto, isso é o que vale. hehe
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  6. Haha que demais! :) eu tb continuei comendo saladas, mas faz umas 2 semanas parei tb pq fiquei com consciencia pesada...afinal nao eh so minha saude que esta em jogo, mas a da nenem tb. Senao comeria salada tb :) adorei a foto. Bjs!

    ResponderExcluir
  7. A mulher tá toda toda, daqui um dia ela aparece no jornal entre os globais germânicos.E quem é que te segura Marcinha?Ninguém, hahahaha!

    ResponderExcluir
  8. Oi querida! Que chiquerrima!!!! hehehe
    Muito legal a reportagem, a foto ficou linda!
    Bjo grande!

    ResponderExcluir
  9. Marcinha !!

    Heeheheh só podia acontecer com vc mesmo, boa Má quando for bem famosa não esquece doa amiguinhos blogueiros não viu!! hehe!

    beijo bem grande !!

    ResponderExcluir
  10. Hummm, cada povo com sua neura, né? Boa semana para você!

    ResponderExcluir
  11. Nina, achei o máximo vc mostrar a minha proeza pra família, ha ha ha! Boas risadas, isto é ótimo! Fala pra Laurinha que agora eu sou uma Baratinha!

    Beth, eu caprichei no sorriso pra ficar bem na foto! Deu certo :)

    Mi, no seu caso, toda prudência é bem vinda! E se bater o desejo de comer uma saladinha, o faça!

    Hahaha, Gi, minha próxima aparição pública será ao lado da Oprah Winfrey no NY Times! Eu amooo aquela mulher!!!

    Dani, obrigada!!! Beijos!

    Clarinha, jamais me esquecerei de vocês! Por isto eu corro aqui pra contar tudo ;)

    Helô, é verdade... cada povo com seus hábitos... o importante é aceitar e respeitar, mesmo que a pessoa não mude os próprios hábitos!

    ResponderExcluir
  12. eu tenho uma teoria com relacao a esse drama da bacteria que esta diretamente ligada a higiene! ta certo que brasileiro aumenta a questao da higiene dos alemaes alem da conta, mas que a questao é fato, é. eu me questiono se eles tem aquele nosso hábito de lavar as hortaliças e deixa-las de molho no vinagre, e se isso nao resolveria o problema...

    ResponderExcluir
  13. Jane, eu faço isto aqui em casa! Comprei um vinagre numa lojinha italiana e sempre coloco as verduras aqui de molho. Se eles acham meu método eficiente ou não, it doesnt matter. Pelo menos me sinto mais segura :)
    Cheers
    Márcia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Aproveite a paisagem e deixe um comentário! Enjoy the landscape and leave me a comment ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Festa na floresta ~ A pink safari party

Fim de semana passado foi a vez da mais nova integrante da família celebrar seu aniversário. Nathália, minha sobrinha e afilhada, completou 2 aninhos de idade numa festa pra lá de linda. Os bichinhos da floresta vieram em peso pra festa porque o tema da decoração era um "Safari Rosa". Tigresas, elefantes, girafas, macaquinhas e outros "animais" enfeitaram o salão com uma graciosidade pensada nos mínimos detalhes. As samambaias, árvores e folhas trouxeram o clima acolhedor da floresta, ao passo que os balões rosa e a forração com print animal deram um tom feminino da decoração. ♥ Last weekend my niece Nathália celebrated her birthday. Her party was planned under the motto "Pink Safari", and every detail was nicely thought and done to match some kind of a girly forest. I shall explain to my foreign readers that kid's parties can be big events in Brazil. In terms of planning, size and budget, kid's parties can be compared with small weddings. You wil…

As namoradeiras de janela ~ Brazilian folk art

Português/English Reza a lenda que as esculturas das namoradeiras retratam as moças de antigamente que se debruçavam na janela em busca de um namorado, já que suas famílias eram conservadoras e as privaram de sair de casa para conhecer rapazes. 
Com um braço apoiado na janela e o outro segurando o rosto, as namoradeiras representavam nitidamente uma espera - a espera pelo grande amor de suas vidas.  Privadas da liberdade, as namoradeiras caprichavam no visual para atrair bons partidos. Os lábios carnudos, os decotes sensuais e os olhares sonhadores eram as armas de sedução das namoradeiras.  Embalados pela lenda e pelas armas de sedução femininas, artesãos de todo o Brasil reproduzem esculturas de namoradeiras belíssimas.  Algumas esculturas têm um olhar doce e sonhador, outras têm um olhar capcioso, quase pecaminoso. É a arte imitando a vida... ♥♥♥ Once upon a time Brazilian girls brought up in the countryside were forbidden by their strict parents to go out and flirt with boys. Left w…

Fotos pulando ~ Jumping pictures

Fotografia é expressão. Fotografia é registro. Fotografia é diversão.  Além de gostar de fotografar, edito livros de fotografia que retratam, na maioria das vezes, viagens.  E através das fotos eu percebo que as pessoas têm um certo padrão na hora de fotografar, padrão que se reflete nas poses preferidas, ou até mesmo, nas poses "caricatas".  A pose caricata do meu irmão é hilária: ele se deita nos bancos das praças, como se estivesse dormindo, e pede para alguém fotografar a cena. Não há uma viagem sequer que ele não fotografe um "soninho fingido" no banco da praça, kkk.
Outra amiga-cliente ama fotografar, juntamente com o namorado, a pose do "cavalinho" das quadrilhas. Eles juntam as mãos e saem em disparada, dando pequenos pulinhos... Dá pra imaginar a cena em frente ao Coliseu na Itália? A foto ficou um colosso!
Minha irmã gosta de posar para fotos com o pescoço levemente jogado para a direita. Minha mãe geralmente coloca as mãos na cintura. Já a cria…