Pular para o conteúdo principal

Pelas águas do Rio Danúbio ~ A boat tour on the Danube River

Elas viveram muito tempo separadas. De um lado, Buda, repleta de colinas, palácios, nobres e reis. Do outro, Pest, a planície onde se instalou a burguesia e o povo em geral. Foi assim até 1973, quando ambas se uniram. E desde que o comunismo caiu, no finzinho dos anos 80, as irmãs unificadas potencializaram sua sinergia e Budapeste se firmou como um roteiro de peso no leste europeu.  
Chegar a Budapeste de trem dá ao viajante um relance da complexa mistura entre decadência e imponência. Digo isto porque a estação ferroviária de Budapeste deve ter sido colossal, mas por falta de reparos e restaurações, se tornou um lugar feio, sujo e desorganizado. Basta descer do trem para ser assediada por cambistas, pessoas oferecendo apartamentos ou taxis. Alguns vendedores são discretos, outros bem invasivos. E aqui vai a primeira dica: só troque dinheiro em bancos, hotéis e casas especializadas. Nada de pegar uma cotação melhor com cambista. É possível que você acabe com notas falsas ou moedas de outro país nas mãos. Alguns lugares aceitam euros, mas a conversão geralmente é desleal. Portanto, ande com o Forint (moeda húngara) no bolso.
Bem, passado o perrengue na estação, pegamos um taxi e o motorista doidão fez váááárias manobras ilegais no trânsito, mas chegou ao hotel. Aliviados, fizemos o check-in e depois de um breve descanso, fomos bater perna em Budapeste.
Com cerca de 2 milhões de habitantes, Budapeste tem ares tradicionais que se harmonizam com a modernidade. Trata-se de uma capital lindíssima, cosmopolita, chique e descolada. O esplendor dos edifícios históricos, a hospitalidade do povo húngaro e as várias curvas do rio Danúbio, muito mais presente aqui do que em Viena, compõe um belíssimo cenário, principalmente se apreciado ao alto do Bastião dos Pescadores, do barco ou de uma das 8 pontes que ligam Buda a Peste.
Um passeio imperdível em Budapeste é o tour de barco pelo Rio Danúbio. Durante o dia, a paisagem vista do barco é de fato linda.
Mas à noite... é sensacional. Se algum dia você for passear em Budapeste e quiser fazer o tour, vai aqui o meu conselho... espere a noite cair e entre no barco. Porque os edifícios históricos são iluminados com perfeição e admirar todo este esplendor do rio - escutando música clássica - é demais!
Olha só...
Convenci?
Há várias companhias que oferecem o tour de barco. Fiz o meu tour com a companhia Legenda, no Pier 7 e fiquei muito satisfeita.
Njoy!

Referências de hospedagem:
Kempinski Corvinus
Intercontinental
Hilton

Restaurantes bacanas:
Arany Kaviár Restaurant (Golden Caviar)
1015 Budapest, Ostrom u. 19
+ 36 1 201 6737

Nobu (Japanese Food)
Kempinski Hotel Corvinus
+ 36 1 429 4242

Halászbástya Restaurant (comida húngara com a vista mais linda de Budapeste). Vale mais a pena pela vista do que pela comida.
1014 Budapest, Halászbástya - Északi Híradástorony

-=♥=-

Comentários

  1. Ótima dica sobre o barco, obrigada! Adooooooro Budapeste :-D
    Beijocas, Angie

    ResponderExcluir
  2. Nossa, além de organizadora de viagens e ainda é ótima fotógrafa! Caramba, que fotos lindas!!!
    Amo ainda mais Budapeste :-)

    ResponderExcluir
  3. Eu AMEI Budapeste, Marcia!
    Concordo 100% com vc, a noite é ainda mais bela.
    Não sabia muito o que esperar quando fui e foi uma bela surpresa.
    show!

    ResponderExcluir
  4. Que ótimo girls! Budapeste surpreendeu a todas nós! Principalmente at night, né Li?
    E Nina, quando às fotos, eu passei um frio danado pra clicar estas imagens! Eu fui a única que subi no mirante do barco, os demais passageiros (que tem a cabeça no lugar) ficaram sentados no calorzinho...
    Mas vale a pena... agora posso compartilhar estas fotos lindas aqui!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Depois dessas belas fotos, preciso ir correndo pra Budapeste, que coisa mais linda!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  6. Márcia, é lindo, né?! As fotos ficaram de tirar o fôlego, e concordo contigo, Budapeste à noite é muito mais bela do que de dia. Que pena que não conseguimos nos encontrar lá ou em Viena...bjks!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Aproveite a paisagem e deixe um comentário! Enjoy the landscape and leave me a comment ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Festa na floresta ~ A pink safari party

Fim de semana passado foi a vez da mais nova integrante da família celebrar seu aniversário. Nathália, minha sobrinha e afilhada, completou 2 aninhos de idade numa festa pra lá de linda. Os bichinhos da floresta vieram em peso pra festa porque o tema da decoração era um "Safari Rosa". Tigresas, elefantes, girafas, macaquinhas e outros "animais" enfeitaram o salão com uma graciosidade pensada nos mínimos detalhes. As samambaias, árvores e folhas trouxeram o clima acolhedor da floresta, ao passo que os balões rosa e a forração com print animal deram um tom feminino da decoração. ♥ Last weekend my niece Nathália celebrated her birthday. Her party was planned under the motto "Pink Safari", and every detail was nicely thought and done to match some kind of a girly forest. I shall explain to my foreign readers that kid's parties can be big events in Brazil. In terms of planning, size and budget, kid's parties can be compared with small weddings. You wil…

As namoradeiras de janela ~ Brazilian folk art

Português/English Reza a lenda que as esculturas das namoradeiras retratam as moças de antigamente que se debruçavam na janela em busca de um namorado, já que suas famílias eram conservadoras e as privaram de sair de casa para conhecer rapazes. 
Com um braço apoiado na janela e o outro segurando o rosto, as namoradeiras representavam nitidamente uma espera - a espera pelo grande amor de suas vidas.  Privadas da liberdade, as namoradeiras caprichavam no visual para atrair bons partidos. Os lábios carnudos, os decotes sensuais e os olhares sonhadores eram as armas de sedução das namoradeiras.  Embalados pela lenda e pelas armas de sedução femininas, artesãos de todo o Brasil reproduzem esculturas de namoradeiras belíssimas.  Algumas esculturas têm um olhar doce e sonhador, outras têm um olhar capcioso, quase pecaminoso. É a arte imitando a vida... ♥♥♥ Once upon a time Brazilian girls brought up in the countryside were forbidden by their strict parents to go out and flirt with boys. Left w…

Fotos pulando ~ Jumping pictures

Fotografia é expressão. Fotografia é registro. Fotografia é diversão.  Além de gostar de fotografar, edito livros de fotografia que retratam, na maioria das vezes, viagens.  E através das fotos eu percebo que as pessoas têm um certo padrão na hora de fotografar, padrão que se reflete nas poses preferidas, ou até mesmo, nas poses "caricatas".  A pose caricata do meu irmão é hilária: ele se deita nos bancos das praças, como se estivesse dormindo, e pede para alguém fotografar a cena. Não há uma viagem sequer que ele não fotografe um "soninho fingido" no banco da praça, kkk.
Outra amiga-cliente ama fotografar, juntamente com o namorado, a pose do "cavalinho" das quadrilhas. Eles juntam as mãos e saem em disparada, dando pequenos pulinhos... Dá pra imaginar a cena em frente ao Coliseu na Itália? A foto ficou um colosso!
Minha irmã gosta de posar para fotos com o pescoço levemente jogado para a direita. Minha mãe geralmente coloca as mãos na cintura. Já a cria…