Pular para o conteúdo principal

Pé na lama ~ Mangrove mud

Hoje você vai se imaginar colocando o pé na lama, para aprender um pouco sobre os manguezais. Deve ter gente aí que nunca ouviu falar de manguezal ou do mangue (o primeiro, ecossistema e o segundo a vegetação), mas isso não tem problema. Vou explicar.
Assim como existem as matas e os oceanos, há também o manguezal: um ecossistema costeiro, característico de regiões tropicais e subtropicais, associado ao encontro das águas de rios com a do mar.
O solo do manguezal é úmido, salgado e lodoso, pobre em oxigênio e muito rico em nutrientes. Há vários estudiosos que defendem os poderes terapêuticos da lama do manguezal para os seres humanos. Dizem inclusive ela que faz bem pra pele (gostei da idéia). Mas voltando ao mundo animal, vale ressaltar que os nutrientes presentes no manguezal alimentam uma gama imensa de bichos. E não há como pensar em mangue sem pensar em caranguejo, seu habitante mór.
Não é fácil fotografar estes animais porque eles se movem numa rapidez assustadora... Mas consegui clicar um baby caranguejo born in Alagoas à procura de sua Mãe.  
 Neste momento, ouvi um som estranho e ví os galhos balançando. Quase morri de susto quando uma mulher meio índia meio aborígene pulou do mangue em minha direção...
Daí lembrei-me que estava no Brasil, terra da Mulher Melancia, Mulher Pêra e Mulher Samabaia, além de tantas outras representantes desta inteligente (?) natureza. Porque não há de haver a Mulher Caranguejo?
Nativa dos manguezais de Alagoas, a mulher caranguejo é vaidosa até debaixo das unhas e se lambuza com os extratos do mangue para ficar com a cútis sedosa. Nas horas vagas ela recolhe as sacolas plásticas que os turistas abestados deixam no manguezal e quando a vida tá muito chata ela assusta as crianças das grandes metrópoles que nunca viram uma vaca, muito menos um caranguejo. Booo!
Assustei? Não? Bom assim. Agora a história verídica: lá estava eu no manguezal, em Jequiá da Barra, e tava um perrengue imenso para fotografar os caranguejos. Então o guia me disse que havia uma entrada lateral no manguezal e com certeza haveria caranguejos mais sossegados naquelas bandas. Chamei minha Tia e Prima e lá fomos nós atrás dos bichos. Foi entrar no manguezal pro pé ficar atolado na lama. Neste momento trágico, tive a brilhante idéia (lá vem...) de passar a lodo nutritivo no corpo.
Ora, tá na chuva é pra se molhar! Tá no mangue é pra se lambuzar!
As "parenta" copiaram a idéia e demos início a um longo festival de risadas no meio do mangue...
Foi meeeega engraçado... Acho que vou me lembrar deste dia pra sempre.
Quanto ao caranguejo...
Este é definitivamente seu melhor ângulo:

-=♥=-

Comentários

  1. hahaha... a foto com vcs três ficou ótima... dei boas risadas! Tudo isso deve ter sido muito divertido. bjos
    Ich, Hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkk
    marcia, tu deve ter mesmo algum parafuso solto kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    mas ja ri mt aqui com essa foto no mangue, da mulher doida, kkkkkkkkk ai nun to aguentando, tu é doida marcia, serio, tu é doidinha.
    ai meu Deus!
    nao consigo parar de rir kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. hahahahaha
    a alegria estampada no rosto que eu conseguia ver por trás do lodo dizia tudo. ;)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Marcia eu já fiz isso tb lá na minha ilha, a do Amor, cheia de mangues, ôh! Nordeste bom viu sô, vc tem que ir conhecer os Lencóis Maranhenses é lindo e tu vais pirar de tanta beleza que há por lá rs, bjs...

    ResponderExcluir
  5. Meooo deooosss!!
    Srsrsr

    Dei muita risada aqui!!!

    ResponderExcluir
  6. oi Marcita...
    que delicia de bagunça...
    Você a cada dia esta mais pra cima, que bom...
    e continuo adorando ler seus posts.
    beijos
    Ana Gaspar

    ResponderExcluir
  7. kkkkk Realmente hilário este teu post e as fotos, principalmente a da mulher doida, tá perfeita.
    Você sabe viver a vida, gosto de gente assim por perto.
    Agora, que coragem ficar num lugar que tem esses bichinhos. morro de medo de um agarrar na minha canela. uia!
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  8. Marcinha, tu tá parecendo a Juma do Pantanal :)! rs :)!

    Gostei desse espírito aventureiro, desbravador de vcs no mangues! Vc era pra ter seu próprio programa na TV, viu?

    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. And Marcia, I have to admit you gave me a pleasant surprise when you smeared yourself with mud. It is something that I would also do. Very wonderful and liberating.

    Ian

    ResponderExcluir
  10. Helô, isso é a Mulher Caranguejo :)
    E viva a lama do manguezal!

    Haus, o momento foi realmente uma piada...

    Nina, sabe que eu fiquei rindo de você rindo das minhas mugangas?
    Tomara que eu não encontre o parafuso que eu perdi, hahahaha, porque a vida sem ele tá ótima! Beijos da Mulher Caranguejo :)

    Eve, nem mesmo a lama esconde a alegria... vc foi na mosca!

    Barb, tenho loucura pra conhecer os Lençóis, ouço várias pessoas relatando paisagens lindíssimas lá! Ilha do Amor? Que nome lindo tem o lugar que vc morou... Bjim

    Dani, viva a Lama!

    oi Bethinha, que comentário bonito, tento viver a vida e explorar possibilidades de alegria... A mulher caranguejo realmente ficou hilária, eu mesma dou risada só de ver a foto! Não tenha medo dos caranguejos minha querida, eles saem correndo quando nos vêem... Só vão beliscar sua canela se você tentar pegá-lo!

    Gi, aqui escreve a Juma-Caranguejo-Pantanal. Vou solicitar na "Grobo" um programa de tv pra mim. Será Fantástico! E viva a alegria!

    Ian, that was some kind of integration with the surroundings... A camuflage... A Very funny camuflage, by the way :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Aproveite a paisagem e deixe um comentário! Enjoy the landscape and leave me a comment ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Festa na floresta ~ A pink safari party

Fim de semana passado foi a vez da mais nova integrante da família celebrar seu aniversário. Nathália, minha sobrinha e afilhada, completou 2 aninhos de idade numa festa pra lá de linda. Os bichinhos da floresta vieram em peso pra festa porque o tema da decoração era um "Safari Rosa". Tigresas, elefantes, girafas, macaquinhas e outros "animais" enfeitaram o salão com uma graciosidade pensada nos mínimos detalhes. As samambaias, árvores e folhas trouxeram o clima acolhedor da floresta, ao passo que os balões rosa e a forração com print animal deram um tom feminino da decoração. ♥ Last weekend my niece Nathália celebrated her birthday. Her party was planned under the motto "Pink Safari", and every detail was nicely thought and done to match some kind of a girly forest. I shall explain to my foreign readers that kid's parties can be big events in Brazil. In terms of planning, size and budget, kid's parties can be compared with small weddings. You wil…

As namoradeiras de janela ~ Brazilian folk art

Português/English Reza a lenda que as esculturas das namoradeiras retratam as moças de antigamente que se debruçavam na janela em busca de um namorado, já que suas famílias eram conservadoras e as privaram de sair de casa para conhecer rapazes. 
Com um braço apoiado na janela e o outro segurando o rosto, as namoradeiras representavam nitidamente uma espera - a espera pelo grande amor de suas vidas.  Privadas da liberdade, as namoradeiras caprichavam no visual para atrair bons partidos. Os lábios carnudos, os decotes sensuais e os olhares sonhadores eram as armas de sedução das namoradeiras.  Embalados pela lenda e pelas armas de sedução femininas, artesãos de todo o Brasil reproduzem esculturas de namoradeiras belíssimas.  Algumas esculturas têm um olhar doce e sonhador, outras têm um olhar capcioso, quase pecaminoso. É a arte imitando a vida... ♥♥♥ Once upon a time Brazilian girls brought up in the countryside were forbidden by their strict parents to go out and flirt with boys. Left w…

Fotos pulando ~ Jumping pictures

Fotografia é expressão. Fotografia é registro. Fotografia é diversão.  Além de gostar de fotografar, edito livros de fotografia que retratam, na maioria das vezes, viagens.  E através das fotos eu percebo que as pessoas têm um certo padrão na hora de fotografar, padrão que se reflete nas poses preferidas, ou até mesmo, nas poses "caricatas".  A pose caricata do meu irmão é hilária: ele se deita nos bancos das praças, como se estivesse dormindo, e pede para alguém fotografar a cena. Não há uma viagem sequer que ele não fotografe um "soninho fingido" no banco da praça, kkk.
Outra amiga-cliente ama fotografar, juntamente com o namorado, a pose do "cavalinho" das quadrilhas. Eles juntam as mãos e saem em disparada, dando pequenos pulinhos... Dá pra imaginar a cena em frente ao Coliseu na Itália? A foto ficou um colosso!
Minha irmã gosta de posar para fotos com o pescoço levemente jogado para a direita. Minha mãe geralmente coloca as mãos na cintura. Já a cria…