Pular para o conteúdo principal

To bond = ligar, conectar, vincular

Há pessoas que são como o colo de Deus.
Nelas encontramos abrigo para a alegria e consolo para a tristeza. Nelas existe pureza, nelas existe beleza; uma beleza que vai muito além do que se vê. 
Uma beleza que irradia luz. 
E luz atrai luz. Luz não atrai sombra. 
Só nos preceitos da física para os opostos se atraírem... 
Quando se trata de gente, a tendência é atrair os iguais: quem pensa como você, quem age de forma parecida, quem tem valores e gostos similares. Não que nos limitemos ao iguais! Mas é um caminho natural ir agregando à vida pessoas que se pareçam com a gente. 
Pois bem...
Há 4 anos eu acompanho uma pessoinha na blogosfera chamada Ana, Ela adora fotografia (e arrasa nas fotos), ela gosta de flores, tem um caráter firme, reto, correto, em suma: é um doce de pessoa e me identifico muito com ela. Quando surgiu a oportunidade de nos conhecermos pessoalmente na Alemanha, eu fiquei muito empolgada.
Foi um pouco penoso explicar ao maridão que eu conhecia a Ana, mas não a conhecia pessoalmente.
Ele resumiu "então você ainda não a conhece". 
- Isso, mas sinto como se já a conhecesse. - rebati.
- Ahã. 
Não culpo o maridão pela incredulidade... O encontro poderia ter sido o mico da viagem, mas eis que a doce Ana e seu adorável esposo nos surpreenderam tanto que passaram de possibilidade de mico para o ponto alto da viagem. Depois de algumas horas tagarelando, a sensação é que éramos todos BFFs de longa data. 
Em inglês há um verbo (to bond) que cai como uma luva para descrever o que sentimos. 
To bond = ligar, conectar, vincular. 
A conexão e o vínculo que tecemos foi muito precioso. 
Na companhia desse casal iluminado tivemos momentos muito alegres, de riso fácil com cliques divertidos e cumplicidade.
A sensação realmente foi de que nos conhecíamos há muito tempo, tamanha a identificação. 
Ana eu já te falei que você (pessoalmente) é exatamente como eu imaginava. Mas me permita dizer que você me surpreendeu com seu jeito, sua história, sua luta, sua beleza e sensibilidade. O mundo seria outro se houvesse mais Anas. 
A saudade que sinto de você e do Killian começou no momento que o trem começou a correr pelos trilhos. 
Esperamos por vocês aqui em Goiás!

"And if you close your eyes
Does it almost feel like
You've been here before?" 


Comentários

  1. e tu na bicicletinha dela, ne? ;-)
    duas fofas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não perdi a oportunidade de pedalar essa bicicleta estilosa da Ana! Foi muito divertido Ninoca! Alemanha sempre linda, cheia de brazucas maravilhosas como vocês!
      Beijos

      Excluir
  2. Minha querida amiga, eu mal tenho palavras pra te agradecer por esse carinho tão grande! Eu na verdade li o seu texto pelo bloglovin (onde recebo suas notificações) em alguma estrada na Islândia e o Kilian viu o momento em que me emocionei. Infelizmente não consegui de jeito nenhum postar aqui pelo celular. Chegamos ontem de viagem, super cansados, dormi por 12 horas seguidas, mas não poderia deixar mais um dia passar sem vir aqui te agradecer por essas palavras lindas sobre os nossos dias juntos. Eles foram realmente tão intensos que a saudade invadiu meu coração no momento que aquele trem pra Bamberg partiu. Realmente amiga, os opostos se atraem só na lei da física, porque na vida real o que precisamos de verdade é de gente como a gente! Foi um prazer imenso conhecer vocês pessoalmente. Sua amizade é um presente de Deus!

    p.s: não vai mais demorar até eu te enviar todas as fotos viu!
    Super beijo no coração!
    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha veja como o sentimento e a verdade das palavras são capazes de viajar e nos tocar em lugares tão remotos.
      E aquece o coração né amiga?
      Tô morrendo de saudade de você, de prosear no zap, mas sei que colocar a vida em ordem depois de uma viagem longa leva um tempo. Espero que possamos trocar as novas em breve, quero saber dessa misteriosa viagem pelo território lunar :)
      As palavras que despejei por aqui são pequenas diante daqueles dias lindos. Sua amizade é igualmente um presente de Deus para mim.
      Quanto as fotos, sigo curiosa mas paciente, sei que no momento há muito para você fazer. Quando puder, ficarei muito feliz em vê-las.
      Um abraço bem apertado querida! Um abraço no Killi também.
      Sabe que quando vi as fotos de vcs na Islândia, me veio um sentimento de que nas fotos, Killian parece um homem tão sério. Ao vivo, é um comediante nato :)
      Beijão

      Excluir

Postar um comentário

Aproveite a paisagem e deixe um comentário! Enjoy the landscape and leave me a comment ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Festa na floresta ~ A pink safari party

Fim de semana passado foi a vez da mais nova integrante da família celebrar seu aniversário. Nathália, minha sobrinha e afilhada, completou 2 aninhos de idade numa festa pra lá de linda. Os bichinhos da floresta vieram em peso pra festa porque o tema da decoração era um "Safari Rosa". Tigresas, elefantes, girafas, macaquinhas e outros "animais" enfeitaram o salão com uma graciosidade pensada nos mínimos detalhes. As samambaias, árvores e folhas trouxeram o clima acolhedor da floresta, ao passo que os balões rosa e a forração com print animal deram um tom feminino da decoração. ♥ Last weekend my niece Nathália celebrated her birthday. Her party was planned under the motto "Pink Safari", and every detail was nicely thought and done to match some kind of a girly forest. I shall explain to my foreign readers that kid's parties can be big events in Brazil. In terms of planning, size and budget, kid's parties can be compared with small weddings. You wil…

As namoradeiras de janela ~ Brazilian folk art

Português/English Reza a lenda que as esculturas das namoradeiras retratam as moças de antigamente que se debruçavam na janela em busca de um namorado, já que suas famílias eram conservadoras e as privaram de sair de casa para conhecer rapazes. 
Com um braço apoiado na janela e o outro segurando o rosto, as namoradeiras representavam nitidamente uma espera - a espera pelo grande amor de suas vidas.  Privadas da liberdade, as namoradeiras caprichavam no visual para atrair bons partidos. Os lábios carnudos, os decotes sensuais e os olhares sonhadores eram as armas de sedução das namoradeiras.  Embalados pela lenda e pelas armas de sedução femininas, artesãos de todo o Brasil reproduzem esculturas de namoradeiras belíssimas.  Algumas esculturas têm um olhar doce e sonhador, outras têm um olhar capcioso, quase pecaminoso. É a arte imitando a vida... ♥♥♥ Once upon a time Brazilian girls brought up in the countryside were forbidden by their strict parents to go out and flirt with boys. Left w…

Fotos pulando ~ Jumping pictures

Fotografia é expressão. Fotografia é registro. Fotografia é diversão.  Além de gostar de fotografar, edito livros de fotografia que retratam, na maioria das vezes, viagens.  E através das fotos eu percebo que as pessoas têm um certo padrão na hora de fotografar, padrão que se reflete nas poses preferidas, ou até mesmo, nas poses "caricatas".  A pose caricata do meu irmão é hilária: ele se deita nos bancos das praças, como se estivesse dormindo, e pede para alguém fotografar a cena. Não há uma viagem sequer que ele não fotografe um "soninho fingido" no banco da praça, kkk.
Outra amiga-cliente ama fotografar, juntamente com o namorado, a pose do "cavalinho" das quadrilhas. Eles juntam as mãos e saem em disparada, dando pequenos pulinhos... Dá pra imaginar a cena em frente ao Coliseu na Itália? A foto ficou um colosso!
Minha irmã gosta de posar para fotos com o pescoço levemente jogado para a direita. Minha mãe geralmente coloca as mãos na cintura. Já a cria…